la RInascente
Curiosidades do mundo

10 curiosidades sobre a loja “La Rinascente” em Milão

Quando se pensa em Milão, a primeira coisa que vem à cabeça é a capital da moda e das compras. Sim, é verdade… a cidade que escolhi para viver é famosa pela Semana da Moda (Fashion Week) e pelas inúmeras butiques de estilistas de renome internacional.

Não é por acaso que muitos habitantes, mas sobretudo turistas que vêm à cidade, fazem uma parada fixa na Rinascente, ou “Rina” para os verdadeiros milaneses. São várias curiosidades que fazem parte da sua construção, que decidi reunir apenas algumas, ou seja, as minhas preferidas que andei lendo pela Internet.

A loja, localizada sob as arcadas da Galleria Vittorio Emanuele, faz parte da história de Milão, assim como o Duomo e o Castello Sforzesco. Milhares de pessoas vêm até aqui para conhecer esta loja, passeando pelas muitas vitrines de várias marcas.

Não há uma única pessoa que não tenha parado para um café ou que não tenha ido ver a vista da sua varanda panoramica, sem saber que sua história começou muito antes de se chamar “La Rinascente”.

Vejamos 10 curiosidades sobre a loja mais visitada de Milão:

1. Origens

Esta maravilhosa loja foi criada em 1865, pelos irmãos Luigi e Ferdinando Bocconi, comerciantes de tecidos, que decidiram abrir a primeira loja de confecções prontas. Em 1877, os irmãos compraram (ao lado da recém-inaugurada Galleria Vittorio Emanuele) o prédio do Hotel Confortable e o transformaram na primeira grande loja italiana chamada Aux Villes d’Italie; três anos depois, em 1880, tornou-se Alle Città d’Italia.

2. A mudança de propriedade

Em 1917 a fábrica foi vendida ao senador Borletti. Se diz que foi o escritor e poeta Gabrielle d’Annunzio que criou o nome “La Rinascente”, para simbolizar o renascimento da loja.

3. Destruição

Na véspera de Natal de 1918, um incêndio destruiu completamente o prédio. A loja foi reaberta somente em 1921, totalmente remodelada e com um café, um cabeleireiro e um correio no seu interior.

4. Marketing

Imitando a tendência das revistas francesas, La Rinascente apresenta pela primeira vez a venda de produtos por catálogo, denominado “Album News”, criando também uma ferramenta publicitária, gráfica e de comunicação.

5. Iluminação

La Rinascente foi pioneira no uso de luzes elétrica para iluminar as vitrines voltadas para a rua! Uma coisa de vanguarda para a época

6. Publicidade

Para os cartazes publicitários do estabelecimento, La Rinascente colaborou com artistas, como Marcello Dudovich, que desde a década de 1920 criou mais de 100 cartazes no estilo art déco.

 

7. Destruição 2

Durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, a loja foi completamente destruída. Reabriu somente em 4 de dezembro de 1950. O projeto arquitetônico, assinado por Ferdinando Reggiori, é o que ainda hoje vemos.

8. Funcionário famoso

Na década de 1960, a loja tinha como funcionário o (futuro) mega estilista Giorgio Armani, muito amado pelos italianos, que trabalhava na fábrica como ajudante de vitrinistas.

 

9. Moda acessível

Em 1963, o famoso estilista francês Pierre Cardin assina um contrato com a La Rinascente para criar uma coleção de roupas mais acessível.

10. Prêmios

Desde 1954, a loja instituiu o prémio “Compasso d’Oro”, o mais antigo e importante reconhecimento do design industrial do mundo, que visa premiar e valorizar a qualidade do design italiano.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.