Luxemburgo
Luxemburgo

Luxemburgo: o que ver no Gr√£o-Ducado

Digamos que, Luxemburgo, como cidade, n√£o atrai muitos turistas! Em verdade a cidade √© mais conhecida por seus bancos e por sua atividade financeira. Mas, um dia do nada, uma amiga me convenceu a ir visitar este lugar localizado no cora√ß√£o da Europa; sendo este o √ļnico pa√≠s a ser um Gr√£o-Ducado (reinado por um monarca) e um dos primeiros fundadores da Uni√£o Europeia.

Porém, quanto a locomoção, era uma viagem barata, pertinho e que é possível ver tudo em apenas um fim de semana. Então, porque não?

Pode ser surpreendente entender como Luxemburgo, um pequeno país entre a França, Alemanha e Bélgica, sobreviveu até os dias de hoje! De fato, tempos atrás pertencia à Holanda, mas se dividiu após uma crise de sucessão dinástica.

QUANTOS DIAS FICAR?

Um fim de semana √© perfeito para conhecer todos os cantos da cidade. Se voc√™ √© apaixonado por museus, pode precisar de um dia extra, mas vai dar para ver as principais atra√ß√Ķes, com certeza!

QUE L√ćNGUA FALAM?

Oficialmente as pessoas falam luxemburguês (que aparentemente é ensinado na escola, mas na prática serve apenas para obituários e cartas formais), já os habitantes de Luxemburgo falam francês e alemão.

Fala-se também inglês e, surpreendentemente, português (19% dos habitantes do país têm origem portuguesa). No entanto, nas lojas e restaurantes, geralmente predomina a língua francesa.

COMO IR DO AEROPORTO AO CENTRO?

A cidade √© super organizada. O servi√ßo p√ļblico (trens e √īnibus) funciona perfeitamente e √© incrivelmente pontual e o pre√ßo do bilhete √© realmente baixo: apenas ‚ā¨ 2 para qualquer √°rea da cidade.

UM POUCO DE HIST√ďRIA

O que aprendi nessa viagem incrível, é que essa pequena cidade já teve um território maior, mas perdeu parte deste para a Bélgica. Sempre foi um Estado neutro até ser invadido pela Alemanha e, por decisão de seu governo (exilado em Londres) se juntou aos aliados.

Apesar de pequenina, possui uma qualidade de vida excelente e a renda de seus habitantes est√° entre as mais altas da Europa. Exatamente por isso, n√£o √© nada econ√īmico viajar para l√°, uma vez que hot√©is e restaurantes custam muito! Voc√™ n√£o poder√° comer bem com menos de ‚ā¨ 30 por refei√ß√£o (que pelo padr√£o europeu √© um pre√ßo alto).

Luxemburgo tem uma localização central e a partir de lá, fica fácil visitar a Bélgica, a França e a Alemanha. No entanto, apesar da sua dimensão, há muito para ver, fazer e visitar sendo que dá para fazer quase tudo a pé!

Por isso, criei este pequeno guia sobre o que ver no Gr√£o-Ducado de Luxemburgo:

CENTRO HIST√ďRICO

Uma verdadeira fofura. Muito organizado, tudo limpinho e tranquilo. La Gran Rue √© a rua principal feita somente para pedestres e, ao seu redor, tem muitas lojas e restaurantes. Foi aqui que fizemos a maioria das nossas refei√ß√Ķes!

Caminhar entre as ruazinhas e descobrir novos cantinhos maravilhosos para tirar fotos foi o nosso passatempo favorito.

CHEMIN DE LA CORNICHE

Chemin de la Corniche √© um caminho que circunda o penhasco, onde d√° para ver todas constru√ß√Ķes medievais e a cidade baixa, que √© dividida pelo rio Alzette.

A vista excepcional sobre o vale de Alzette, o Grund (cidade baixa) e o planalto de Rham conferem a este lugar o nome de “varanda mais bonita da Europa”.

√Č muito lindo mesmo e parada obrigat√≥ria para admirar o panorama! Eu diria que √© imperd√≠vel!

CASEMATES DU BOCK

Pertencentes ao patrim√īnio mundial da Unesco, se tratam de t√ļneis subterr√Ęneos que foram constru√≠dos em 1644, na era do dom√≠nio espanhol. As galerias de 23 km de extens√£o foram ampliadas apenas 40 anos depois por Vauban, o engenheiro militar franc√™s e construtor de fortalezas. E no s√©culo 18 pelos austr√≠acos.

As passagens defensivas subterr√Ęneas foram posicionadas em diferentes n√≠veis e chegam a ter 40 metros de profundidade. Ap√≥s o desmantelamento da fortaleza em 1867, foram salvos 17 quil√īmetros, que se encontram em boas condi√ß√Ķes e que √© o que vemos hoje.

Portanto, desde 1933, os Casamates podem ser visitados e se tornaram Patrim√īnio Mundial da Unesco em 1994. √Č muito bacana e a vista l√° de cima √© extraordin√°ria, super recomendo!

Onde fica? Rue du Cure e Rue Sigefroi (partindo da Place d’Armes).

Horários? Todos os dias das 10:00 às 17:30 (de 18 de fevereiro a 31 de março e de 1 de outubro a 5 de novembro); 10:00 Р20:30 (de 1 de abril a 30 de setembro)

Pre√ßo? 7,00 ‚ā¨ inteiro; ‚ā¨ 3,50 reduzido (para crian√ßas)

PONTE ADOLFO

Também chamada Ponte Nova, foi construída entre 1900 e 1903 durante o reinado do Grão-Duque Adolphe. Este evento foi observado com grande interesse por vários países, porque a ponte possuía o maior arco de pedras do mundo.

Este arco se estende por mais de 85 metros através do vale de Pétrusse e tem a altura de 42 metros e um comprimento total de 153 metros.

FORTE TH√úNGEN

O Forte Thungen é a ruína de uma vasta fortificação luxemburguesa que hoje abriga um museu muito charmoso. Foi usada como fortaleza pelos austríacos e também pelos prussianos ao longo dos séculos.

Com uma arquitetura defensiva fascinante, a fortificação de pedra tem três torres principais, conhecidas como Dräi Eechelen.

No passado, o parque em torno de Forte Thungen era um fosso profundo que s√≥ podia ser atravessado por um t√ļnel de 170 metros. Foi constru√≠do em 1732 e quase completamente destru√≠do ap√≥s o Tratado de Londres.

Onde fica? Rives de Clausen, 1499 L√ętzebuerg, Luxemburgo

PAL√ĀCIO GR√ÉO-DUCAL

O Palácio Grão-Ducal é a residência oficial do Grão-Duque de Luxemburgo desde 1890.

Grande parte do interior do palácio foi danificado durante a ocupação alemã na Segunda Guerra Mundial, mas uma restauração foi realizada sob a supervisão da grã-duquesa Charlotte na segunda metade do século XX.

O edifício é cercado por torres pontiagudas, possuindo várias janelas e varandas decoradas.

O palácio está aberto aos visitantes apenas durante o verão. Muitas pessoas vão até lá para assistir a mudança da Guarda (como em Londres).

Onde fica? Rue Chimay / Dreikinneksgaass

Hor√°rio? Somente nos meses de ver√£o.

Pre√ßo? ‚ā¨ 7.00

HOTEL DE VILLE E PRAÇA GUILLAUME II

Em meados do s√©culo XIII, esta pra√ßa abrigava a igreja e o Mosteiro da ordem de S√£o Francisco. Na linguagem popular, a pra√ßa tamb√©m √© chamada Knuedler – derivada da palavra luxemburguesa “Knued”, que indica o n√≥ do cinto dos frades franciscanos.

No meio da praça, você verá uma das estátuas mais famosas da cidade. Feita inteiramente em bronze, presta homenagem ao rei e grão-duque Guilherme II de Nassau-Orange, que reinou de 1840 a 1849.

Um ano antes de sua morte, ele concedeu ao Grão-Ducado sua primeira Constituição Parlamentar, uma das mais liberais da Europa na época.

Ali fica também a prefeitura: Hotel de Ville. Foi construído entre 1830 e 1838 em estilo Neoclássico. As pedras do antigo mosteiro franciscano foram usadas para sua construção!

PRAÇA DA CONSTITUIÇÃO

A Praça da Constituição foi construída no antigo bastião de Beck (1644, 1685).

A “G√ęlle Fra”, √© um monumento localizado nesta pra√ßa. Foi criado em 1923 para comemorar os luxemburgueses que morreram durante a Primeira Guerra Mundial e hoje simboliza liberdade e resist√™ncia para o povo de Luxemburgo.

Deste lugar, você tem uma vista sublime sobre o vale de Pétrusse e a ponte Adolphe.

GRUND: A CIDADE BAIXA

O Grund √© a parte baixa da cidade, fica no vale que divide a cidade antiga da cidade moderna. √Č atravessado pelo rio Alzette e abriga muitos edif√≠cios pitorescos e ruas estreitas. √Č acess√≠vel apenas a p√©.

Nas proximidades, tem um elevador panor√Ęmico totalmente de vidro que oferece uma das melhores vistas da cidade. Tamb√©m conecta a cidade baixa √† cidade alta, separada por mais de 80 metros de altura.

De lá, você pode ver a imponente torre da Igreja de São João.

CATEDRAL DE NOTRE DAME

A Catedral de Notre Dame fica no coração da cidade moderna. A parte antiga da catedral foi construída no século XVII como uma igreja do antigo colégio jesuíta. Durante a Revolução Francesa, a estátua da Madona Consoladora dos Aflitos, padroeira da cidade e do país, foi colocada na nova igreja paroquial.

As imagens na entrada da catedral representam a Virgem Maria e também São Pedro e São Paulo. No interior, você pode admirar pinturas históricas e magníficos vitrais.

Voc√™ ainda est√° pensando: “O que tem para ver em Luxemburgo?” … Acho que um fim de semana por l√° n√£o √© assim t√£o ruim, n√©?

Enjoy ūüėä

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *