San Gimignano
Toscana

San Gimignano: o que ver na cidade das 72 torres

Se você é um amante de história como eu, você irá procurar destinos que possam preencher nossa bagagem cultural com paisagens maravilhosas. A Toscana é um daqueles lugares que entraram no meu coração (como eu já havia mencionado quando estive na Maremma!), já que cada povoado lá é uma alegria para os olhos. Por isso, neste verão, eu me dirigi em direção a Siena, para descobrir San Gimignano: a cidade das 72 torres.  Também conhecida como “Manhattan da Idade Média“, esta cidade é cheia de magia e peculiaridades, por isso é um dos destinos preferidos de muitos turistas!

Em 1990 seu centro histórico foi nomeado Patrimônio Mundial pela UNESCO e hoje é considerado um dos mais belos vilarejos da Itália!

San Gimignano: um pouco de história

Imersos nas colinas de Siena, no Val D’Elsa, durante o período etrusco, esta bela aldeia nasceu em uma elevação entre as montanhas do Chianti e da Val D’Orcia.

Diz-se que seu nome é graças ao bispo Gimignano, que no século X salvou a cidade das invasões bárbaras. Mas o seu encanto é outro: o que distingue este fabuloso lugar são suas torres! Foram construídas exatamente 72, uma para cada família rica da cidade; até hoje 13 permanecem, ainda muito bem preservadas e visíveis mesmo à distância.

Além das torres, outro ponto cultural e histórico de San Gimignano são os muros que circundam a cidade; estes têm cerca de 2.176 metros de comprimento e cinco portões de entrada, sendo o principal a Porta San Giovanni construída em 1237. E entrando por ele você será surpreendido por uma atmosfera mágica que parece nos levar de volta no tempo.

Você caminhará pela Via Francigena, que já no século XIV era o coração da economia e das artes locais. Esta rua dividia o vilarejo ao meio e ainda preserva os belos palácios e edifícios da época. Mas há muitas outras coisas lindas para ver, portanto me sigam nessa guia sobre o que ver em San Gimignano, na Toscana.

Portas de entrada e becos maravilhosos

Como comentei no início, a cidade tem 5 portões de entrada. Vale a pena perambular pela cidade para vê-los de pertinho!

Além disso, caminhando pelo vilarejo você verá algumas vielas lindas, tunéis e lojas que ainda preservam as paredes do passado. Eu me apaixonei por cada canto desta cidade, como você pode ver pelas fotos!

Piazza della Cisterna

De forma triangular, esta praça era o coração comercial do lugarejo. Aqui era onde ficava o mercado e área de lazer. Seu nome deve-se ao poço octogonal que está ao centro, onde as pessoas costumavam buscar água nos séculos passados.

Daqui a vista é magnífica, você pode ver a torre Pucci, o Albergo della Cisterna, o palácio Ridolfi, as casas Becci e Cugnanesi, o palácio Pellari e o palácio Ardinghelli com suas duas torres.

Catedral Duomo

A Catedral de San Gimignano (ou Duomo) pelo exterior é muito simples, sua fachada é em estilo românico, construída no século XII. Será uma surpresa entrar e ver a beleza do seu interior!

É inteiramente decorada nas paredes e no teto, com afrescos do século XIV que contam histórias do Novo e do Antigo Testamento. O estado de conservação destes afrescos é impressionante, pois eles ainda conservam suas cores vivas e muitos detalhes!

Onde fica? Piazza Duomo, 8
Horario? De segunda a sexta-feira das 10h30 às 18h30, Sábado das 10h30 às 18h00 e Domingos e feriados, das 12h30 às 18h00
Preço? 4,00 euros

Prefeitura e Torre Grossa

Também conhecida como Torre del Podestà, é a torre mais alta de San Gimignano, com seus 54 metros! Foi construída entre 1300 e 1311 ao lado do Palazzo Comunale, o mais alto poder político da cidade nos tempos medievais.

Nenhuma outra torre podia ser mais alta do que esta. De seu topo, há uma bela vista panorâmica da cidade e da paisagem rural circundante! Um detalhe: para chegar lá você precisa subir muitos degraus… Mas vale super a pena!

Onde fica? Piazza Duomo, 2
Horario? De 1º de abril a 31 de outubro, das 09h30 às 19h00,
De 1 de novembro a 28 de fevereiro das 11h00 às 17h00 e Março das 10h00 às 17h00
Preço? 6,00 euros

Fortaleza Monstestaffoli

Se trata dos restos de uma fortaleza que foi construída no século XIV, quando Florença dominou a cidade após a peste negra.

O objetivo era proteger San Gimignano dos ataques de Siena, num período histórico onde as duas principais cidades da Toscana lutavam pelo domínio da região.

A fortaleza tinha a forma de um pentágono, com torres nas pontas. Hoje, parte dos muros ainda estão de pé e em apenas uma das torres de observação é permitido subir.

Vale a pena ir até lá, pois está próximo aos confins da cidade, há uma vista panorâmica de toda a paisagem rural toscana e da vilarejo! Lindíssimo!

Onde fica? Via della Rocca, 6
Horário? Sempre aberto
Preço? Grátis

Igreja de Santo Agostinho

A Igreja de Sant’Agostino é a segunda maior igreja de San Gimignano depois da Duomo e pertence à Ordem de Santo Agostinho. Construída no século XIII, esta igreja é um exemplo perfeito de arquitetura românica impecavelmente preservada.

Ao seu interior, se encontram 17 afrescos sobre a vida de Santo Agostinho ao redor do altar, pintados por Benozzo Gozzoli entre 1463 e 1467.

Onde fica? Piazza Sant’Agostino, 10
Horário?
De novembro a março
de segunda a sexta-feira das 10h00 às 12h00 / das 15h00 às 18h00§
sábados das 16h00 às 18h00 e domingos das 08h00 às 12h00 / das 15h00 às 19h00

De abril a outubro
Das 07h00 às 12h00 / das 15h00 às 19h00

Preço? Grátis

Enjoy 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.