It√°lia

Matera: A cidade das pedras

Tem algumas cidades que você visita e viram parte de ti. Que você vê uma vez e se sente como em casa. Aconteceu comigo algumas vezes e uma delas foi em Matera.

Localizada no sul da It√°lia, na regi√£o da Basilicata foi declarada Patrim√īnio Mundial da Unesco em 1993. A famosa cidade dos ‚ÄúSassi‚ÄĚ (sassi significa pedras em italiano), foi escolhida como a Capital Europeia da Cultura em 2019, e ultimamente se tornou uma parada obrigat√≥ria na regi√£o, sendo explorada por milhares de turistas todos os anos.

A vista √© realmente de tirar o f√īlego. A cidade se desenvolve em cavernas esculpidas nas fal√©sias, diz-se que os primeiros assentamentos datam do per√≠odo Paleol√≠tico. Era comum que os animais vivessem dentro das casas, fazendo com que as condi√ß√Ķes de higiene fossem p√©ssimas e a taxa de mortalidade era muito alta.

Até os anos 50 as demoras eram habitadas, mas, em seguida o governo decretou que as casas grutas fossem desabitadas e os moradores se mudaram para novas casas construídas na periferia da cidade. Portanto, até os anos 80 a cidade estava deserta, deixada a si mesma.

Com a declaração da UNESCO, as coisas começaram a mudar e hoje a maioria das cavernas foram convertidas em hotéis, restaurantes pitorescos e lojas que vendem produtos locais. Mas vou contar para vocês com mais detalhes o que ver em Matera!

Matera Centro Histórico

√Č a pra√ßa principal, que hospeda muitos eventos durante o ver√£o e onde as pessoas v√™m para um passeio e para desfrutar de uma bela vista das pedras! √Č ali que se encontra o Palombaro lungo, um grande tanque usado pelos antigos habitantes para recolher a √°gua. Hoje abriga um museu, aberto diariamente, e custa 3 euros!

Piazza del Sedile

Antigamente era aqui que acontecia a maior parte das atividades comerciais, incluindo o mercado, bazares e armazéns. Hoje abriga o conservatório e os muitos bares e lojas nos seus arredores. No topo do Palácio del Sedile, pode-se ver duas estátuas que são consecutivamente os dois patronos da cidade: Santo Eustáquio e Madonna della Bruna. No verão, é comum ver tantas pessoas na rua que fazem happy hour e circulam por ali, uma vez que é a estrada que leva para o Duomo (a catedral principal).

Catedral de Matera (Duomo)

Caminhando um poquinho, voc√™ vai se deparar com esta bela catedral constru√≠da em 1230 e terminada em 1270. A igreja em estilo rom√Ęnico est√° localizada na parte mais alta da cidade: a Civita – dividindo os dois bairros Sassi Barisano e Caveoso. Ele cont√©m muitos belos afrescos e decora√ß√Ķes do s√©culo XIII, e em 2016 foi feito um trabalho de renova√ß√£o reabilitando este lugar de culto e adora√ß√£o de Matera. A igreja fica aberta todos os dias das 9 √†s 19.

Santa Maria de Idris

Igreja rupestre localizada no alto do morro Monterrone no bairro Caveoso. Provavelmente constru√≠da nos anos trezentos ou quatrocentos,e, etimologicamente deriva da palavra grega Odigitria (guia do caminho, ou √°gua). √Č chamada assim porque nos tempos de seca as mulheres rezavam ao Deus Idris para que tivessem √°gua. No alto pode-se notar uma pequena torre e ao seu interno h√° afrescos do s√©culo XII, ilustrando a arte bizantina! Aqui foram registradas algumas cenas do filme A Paix√£o de Cristo de Mel Gibson.

Bairro do Sassi Barisano e Caveoso

Dizer que a atmosfera na cidade √© m√°gica √© redundante. Passear pelas ruelas admirando a arquitetura r√ļstica das casas e desses bairros √© mais do que espetacular. Eu, pessoalmente, peguei um guia que nos mostrou os destaques, explicando seu modo de vida e a constru√ß√£o das casas com determinados crit√©rios. Conselho: reserve um bom tempo para percorrer as ruas, admirar as casas e sentir-se de volta no tempo mergulhando neste lugar quase encantado.

Casas grutas

Para entender perfeitamente como um Materano viveu nos s√©culos passados, eu recomendo uma visita nas verdadeiras casas grutas ainda mantidas no seu estado original. √Č incr√≠vel ver com seus pr√≥prios olhos o qu√£o pequenas eram e a organiza√ß√£o do espa√ßo para acomodar fam√≠lias numerosas e at√© mesmo seus animais dentro delas. Visitei a Casa Grotta Vico Solitario, aberto diariamente das 09:30 √†s 19:30 e a entrada √© realmente barata: ‚ā¨ 3,00 e d√° direito a visitar, bem como a casa, a caverna natural, Neviere e a igreja rupestre de Monterrone.

√Č um lugar super caracter√≠stico que adorei! Al√©m disso, tem √°udios guias em v√°rias l√≠nguas dispon√≠veis (Italiano, Ingl√™s, Franc√™s, Alem√£o, Espanhol, Japon√™s, Chin√™s e Russo) para entender melhor como era a vida e o quotidiano nas casas.

Parque da Murgia

O nome completo √© Parque Natural hist√≥rico e arqueol√≥gico das Igrejas Rupestres de Matera tamb√©m conhecido como Parque da Murgia. √Č um concentrado de casas e igrejas de pedra com um mirante de tirar o f√īlego, algo fenomenal … H√° cerca de 8000 hectares de terra caracterizadas por canyons, cavernas, trilhas e cachoeiras. √Č considerada uma das evid√™ncias mais antigas e importantes da arte italiana por seu valor art√≠stico e teol√≥gico. S√£o in√ļmeros os afrescos da pr√©-hist√≥ria at√© os √ļltimos s√©culos nas numerosas igrejas de pedra espalhadas pelas fal√©sias. Aqui tamb√©m foram filmadas algumas cenas do filme A Paix√£o de Cristo com Mel Gibson!

Estas s√£o minhas sugest√Ķes principais sobre o que fazer em Matera, ainda existem muitas igrejas e museus que voc√™ poderia visitar, mas basicamente com essas atra√ß√Ķes j√° se h√° uma bagagem cultural enorme deste lugar maravilhoso na Basilicata. Mas se voc√™ est√° na √°rea de Bari n√£o pode perder o FREE TOUR da cidade oferecido pela Civitatis!

Certamente você vai voltar para casas amando alguns dos lugares mais antigos da Itália!

Enjoy ūüôā

3 Coment√°rios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *