It√°lia

Mil√£o: o que ver na minha cidade

Gente …. Como n√£o falar da cidade que me acolheu? √Č considerada a capital da economia e moda. Destino de muitos turistas que passam para admirar esta metr√≥pole que tem tudo para oferecer: lazer, esporte, cultura e muitas compras! Milan, a minha bela Mil√£o.

Para falar a verdade, n√£o tem muitos monumentos como Floren√ßa ou Roma, mas a capital da Lombardia n√£o decepciona quem passa. Os meios p√ļblicos funcionam, voc√™s encontrar√£o lojas para todos os bolsos, gastronomia espetacular e uma grande variedade de lugares onde a divers√£o √© garantida.

Definitivamente é uma cidade cosmopolita, muito visada por amantes da moda e da modernidade. Durante o dia você encontrará milhares de milaneses correndo, sempre com pressa para ir trabalhar. Eles nunca param, nem mesmo para admirar a majestosa Catedral (chamada Duomo) que encanta todos os visitantes.

Eu pessoalmente fico de boca aberta toda vez que a vejo e sempre paro para admirar e pensar em quanto √© impressionante essa igreja. Portanto decidi compartilhar com voc√™s minhas fotos e minhas sugest√Ķes sobre este lugar que agora eu chamo de “casa”. Aqui est√£o algumas dicas de o que ver em Mil√£o:

 

Duomo

Como n√£o come√ßar com ela … A Catedral principal, que toda vez me encanta por sua beleza e particularidade. √Č sem d√ļvida a igreja mais importante da cidade. O s√≠mbolo por excel√™ncia dos milaneses, posicionada bem no centro, na Piazza del Duomo. Foi constru√≠da em 1386, pelo duque Gian Galeazzo Visconti, em homenagem √† Santa Maria Nascente. √Č de arquitetura g√≥tica no qual se fundem caracter√≠sticas n√≥rdicas e elementos lombardos. O ponto forte √© a Nossa Senhora de 4 metros de altura, feita totalmente de cobre e posicionada no alto da torre principal.

Eu aconselho voc√™s a entrarem para admirar as in√ļmeras est√°tuas e os belos vitrais. A entrada custa 3 euros e d√° acesso √† catedral e ao Scurolo di San Carlo. Est√° aberto todos os dias das 08: 00h √†s 19: 00h.

Voc√™s tamb√©m podem subir no terra√ßo panor√Ęmico. A vista l√° de cima √© fenomenal. Com dias de sol, pode-se enxergar at√© mesmo os Alpes Su√≠√ßos! O pre√ßo √© de 9 euros (subindo a p√©) e 13 euros de elevador (que recomendo!).

Para evitar longas filas, comprem os ingressos antecipadamente pelo site: www.duomomilano.it/it/ticket/

Galleria Vittorio Emanuele II

Basicamente é um pequeno shopping center de luxo que liga a Piazza del Duomo à Piazza alla Scala. Está localizado exatamente no lado esquerdo de quem olha para o Duomo e é o ponto de encontro da burguesia milanesa. Dentro há tantas lojas e restaurantes de renome que só de caminhar já se enchem os olhos. Foi construído entre 1865-1877 pelo arquiteto Giuseppe Mengoni.

√Č muito caracter√≠stico, sempre lotado de turistas que passam a admirar a bela c√ļpula octogonal e o famoso touro retratado no ch√£o. Diz-se que tem que rodar tr√™s vezes apoiando o calcanhar direito nas partes √≠ntimas do touro para trazer boa sorte! Eu j√° fiz v√°rias vezes e ainda estou esperando…. ūüėČ

Nos √ļltimos anos foi aberto um caminho por cima do teto da Galeria, a entrada custa 12 euros e est√° aberto de segunda a sexta das 12.00 √†s 15.00 e das 17.00 √†s 20.00, aos s√°bados e domingos das 12.00 √†s 21.00.

Teatro la Scala

Sede da renomada Academia de Artes, forma os estudantes mais prestigiados da m√ļsica, dan√ßa e teatro. Se encontra no final da Galeria Vittorio Emanuele. Foi constru√≠do pelo arquiteto Giuseppe Piermarini e inaugurado em 3 de agosto de 1778. √Č hoje um dos teatros mais prestigiados do mundo, templo da √≥pera l√≠rica italiana.

Se quiserem ver um espet√°culo, √© bom entrar no site www.teatroallascala.org para estar por dentro da programa√ß√£o e da venda dos bilhetes. √Č importante se programar com anteced√™ncia para n√£o arriscar ficar sem as entradas.

√Č poss√≠vel somente visitar o teatro por dentro, os hor√°rios s√£o de segunda a domingo, das 9h √†s 17h30 e a entrada custa 9 euros.

Castelo Sforzesco e Parque Sempione

Outro s√≠mbolo de Mil√£o, este castelo do s√©culo XV foi constru√≠do pelo duque Francesco Sforza. Ap√≥s sua morte, desempenhou prevalentemente o papel de cidadela militar. Hoje abriga in√ļmeros museus e obras italianas famosas, como a Piet√† di Rondanini e os afrescos de Leonardo.

Entrar al√©m dos muros n√£o custa nada, est√° aberto todos os dias das 7 √†s 19:30. H√° um grande p√°tio, com belos jardins e v√°rias entradas do castelo, fechadas ao p√ļblico. Por√©m pode-se visitar os museus c√≠vicos, que est√£o abertos de ter√ßa a domingo das 9 √†s 17:30.

Atravessando o pátio, no lado oposto da torre principal se encontra o Parque Sempione. Uma enorme área verde no coração da cidade, inspirada nos parques ingleses. Fundado em 1888 e está aberto todos os dias das 6h30 às 22h no inverno e das 6h30 às 23h30 no verão.

Façam um passeio, é muito bonito e bem cuidado. Sempre em linha reta com o castelo, no fim do parque está o Arco da Paz, uma área reservada somente à pedestres. Ideal para fazer um happy hour e encontrar amigos para conversar depois do trabalho.

Colunas de San Lorenzo e Naviglio/Darsena

Uma parte sugestiva de Mil√£o, estas dezesseis colunas s√£o sobreviventes do per√≠odo imperial. Localizadas em frente √† Bas√≠lica de San Lorenzo, abriga ao seu redor muitos restaurantes e bares. No ver√£o, voc√™s encontrar√£o muitos grupos de amigos que se re√ļnem para conversar e tomar uma cerveja. √Č a rua que leva at√© a zona de Navigli, uma parte rom√Ęntica da cidade.

Existem dois canais principais: Naviglio Grande e Naviglio Pavese, que afluem exatamente na zona chamada Darsena. Ali se encontram in√ļmeros lugares para comer e beber em companhia. A maior aflu√™ncia de pessoas √© noturna, j√° que os milaneses gostam de ir l√° para se divertir depois de um dia estressante de trabalho. N√£o deixem de ir!

Est√°dio Giuseppe Meazza/San Siro

Como n√£o mencionar um dos est√°dios mais conhecidos internacionalmente, a casa de dois times importantes: Inter e Mil√£o. Al√©m disso, √© o est√°dio mais espa√ßoso da It√°lia, pode acomodar 80 mil f√£s! Foi considerado o segundo mais bonito do mundo, segundo o jornal The Times. Possui um museu que conta a hist√≥ria das duas equipes…. Os f√£s de futebol v√£o amar este lugar, templo do futebol italiano.

D√° para comprar um tour, para ter acesso a √°reas inacess√≠veis ao p√ļblico como: camarins e zona relax dos jogadores, t√ļnel de entrada para o campo e o famoso gramado super cuidado onde as partidas mais incr√≠veis foram jogadas. O custo √© de 15 euros por pessoa e est√° aberto todos os dias das 9:30 √†s 17.

Eu acho que estas s√£o as principais atra√ß√Ķes desta cidade fant√°stica. Para os amantes da arte, h√° muitos museus (o mais famoso √© a Pinacoteca de Brera), e muitos outros. Para fazer compras, o quadril√°tero da moda √© o ideal. N√£o bastam alguns dias para descobrir todos os cantos maravilhosos que Mil√£o pode oferecer …. Mas essas dicas lhe dar√£o uma ideia geral desse lugar incr√≠vel que para mim est√° no lado esquerdo do peito.

Enjoy ūüėä

2 Coment√°rios

    • Avatar

      Babi

      Nossa Bruno, que legal ler seu comentario.
      Estou realizando varias postagens sobre a Italia, continue seguindo para ficar por dentro ūüôā

      muito obrigado pelo apoio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *